Dra. Carolina Titoneli

Artigos

Quando procurar um oftlamologista?

A visão é o nosso sentido mais importante, por isso precisamos ter muito cuidado com a saúde dos nossos olhos. Essa atenção deve começar desde cedo. Logo depois do nascimento o bebê deve passar pelo “teste de olhinho”, que avalia o reflexo da pupila com uma fonte de luz. É uma forma de identificar se há algum problema congênito no olhos do bebê que possa prejudicar seu desenvolvimento visual.

Nos primeiros 3 anos de vida o ideal é que a criança faça uma avaliação com oftalmologista a cada 6 meses, para diagnosticar precocemente alguma alteração de grau que precise de óculos. O desenvolvimento visual da criança ocorre até os 9 anos, então um grau alto não corrigido nesse período pode levar ao “olho preguiçoso”, ou seja, um olho que não desenvolveu muito bem a visão. Outra alteração comum desse período é o estrabismo, que também pode precisar de óculos ou tampão para o tratamento.

Na adolescência o uso frequente de telas pode desencadear ou piorar uma miopia. Por isso os adolescentes devem fazer avaliações anuais com oftalmologista. Os adultos jovens também podem sofrer com algum problema de grau, principalmente os que passam muito tempo em frente ao computador.

Após os 40 anos as doenças oculares vão se tornando mais comuns e a rotina anual com o oftalmologista é muito importante para o diagnóstico e tratamento dessas alterações, permitindo manter uma boa visão durante toda a vida. Doenças como glaucoma, catarata, retinopatia diabética e degenração macular são mais comuns com o passar da idade e podem ser diagnosticadas facilmente em um exame de rotina. Por isso não deixe de fazer sua avaliação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Posts Recentes

×

Powered by WhatsApp Chat

×