Dra. Carolina Titoneli

Catarata

A catarata é uma das principais causas de cegueira reversível no Brasil e no mundo. Ela acomete a lente natural do nosso olho, o cristalino, que vai perdendo a transparência, ficando mais opaco. 

Os pacientes sentem um embaçamento visual que piora de forma lenta e progressiva. Podem ter a sensação de que a visão está mais amarelada ou que a luz na estrada está distorcida. Tudo depende do tipo de catarata. 

A catarata é mais comum no idoso, principalmente após os 60 anos. Mas pode aparecer antes em pacientes que tenham fatores de risco, como: alta miopia, exposição a radiação UV do sol, diabetes, uso de medicamentos a base de corticóide, traumas e cirurgia ocular prévia. 

O diagnóstico é simples, feito com exame físico em consultório, sem necessidade de exames adicionais. No início a catarata pode alterar o grau do olho e a troca dos óculos pode ser suficiente para melhorar a visão. Mas quando isso não é suficiente o único tratamento efetivo é a cirurgia. 

A cirurgia de catarata evoluiu muito nas últimas duas décadas e atualmente é extremamente rápida e segura. Na maioria dos casos é feita somente com anestesia local, sem necessidade de internação. O paciente pode ir embora no mesmo dia. A cirurgia é feita removendo a lente natural (o cristalino) do olho e colocando no lugar uma lente artificial transparente, que permitirá uma melhor visão no pós operatório. 

Após a cirurgia a catarata não volta a aparecer, o tratamento é definitivo. Alguns pacientes ainda podem precisar de óculos após o procedimento.
Para saber mais sobre catarata e seu tratamento procure um médico oftalmologista!

×

Powered by WhatsApp Chat

×